869: Ataque russo contra maternidade de Zaporijia causou a morte a um bebé

– Esta invasão russonazi ☠️卐☠️ à Ucrânia, com a ajuda de mercenários assassinos, os ataques e bombardeamentos a residências civis e infra-estruturas, o assassínio premeditado destes criminosos putinocratas, apenas demonstram os animais psicopatas que eles são, não olhando a nada nem a ninguém. A escumalha que apoia e aplaude estes animais são iguais a eles em tudo. Para estes terroristas nazis ☠️卐☠️, matar crianças ou idosos é a mesma coisa que tomar o pequeno almoço no palácio presidencial do kremlin.

🇺🇦 SLAVA UKRAYINI 🇺🇦
🇺🇦 UKRAYINA NE ROSIYSʹKA 🇺🇦

🇺🇦 UKRAINA – NE ROSSIYA 🇺🇦
🇺🇦 HEROYAM SLAVA 🇺🇦

🇬🇧 DROP ALL RUSONAZI ORCS FROM UKRAINE
🇺🇦 VYHNITʹ Z UKRAYINY VSIKH RUSONAZIVSʹKYKH ORKOV
🇷🇺 VYBROSITE VSEKH ORKOV RUSONAZI IZ UKRAINY

TERRORISMO/ORCS/RUSSONAZIS ☠️卐☠️ /INFANTICÍDIO/ASSASSÍNIOS

“O inimigo decidiu mais uma vez realizar através do terror e do assassinato o que não conseguiu fazer em nove meses”, declarou o presidente ucraniano após o ataque russo a uma maternidade na região de Zaporijia.

Ataque russo a uma maternidade na região de Zaporijia. Um bebé morreu
Foto Twitter do serviço estatal da Ucrânia de emergência

Um bebé morreu na sequência de um ataque russo numa maternidade na região ucraniana de Zaporijia, anexada por Moscovo, disseram esta quarta-feira os serviços de socorro de Kiev através das redes sociais.

Foto Twitter do serviço estatal da Ucrânia de emergência

“Na noite de 23 de Novembro, na cidade de Vilniansk, na região de Zaporijia, um edifício de dois andares onde funcionava uma maternidade foi destruído por um ataque com roquetes”, afirmou um socorrista numa mensagem difundida pelas redes sociais.

Foto Twitter do serviço estatal da Ucrânia de emergência

“Na sequência do ataque, um bebé, nascido em 2022 morreu”, acrescentou.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, acusou a Rússia de “terror e morte”, referindo-se directamente ao ataque que atingiu a maternidade.

“O inimigo decidiu mais uma vez realizar através do terror e do assassinato o que não conseguiu fazer em nove meses”, desde a invasão de 24 de Fevereiro, afirmou Zelensky.

Diário de Notícias
DN/Lusa
23 Novembro 2022 — 08:23



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

18 + three =