115: Por fim, os cientistas conseguiram captar o raro nascimento de uma baleia cinzenta

  • 2 semanas 
  • 2Minutes
  • 368Words
  • 14Views

 

CIÊNCIA // BIOLOGIA MARINHA

published in: 2 semanas 

Grupo de turistas experienciou um momento único, do qual não havia registos.

Foi pura sorte, mas um grupo de observadores de baleias foi presenteado com um lugar na primeira fila para um espectáculo único e raro da Natureza: o nascimento de uma cria de baleia cinzenta.

As imagens captadas neste avistamento configuram até os primeiros registos de sempre do nascimento de um indivíduo da espécie. O episódio aconteceu a 2 de Janeiro, a algumas milhas da Ponta de Dana, na Califórnia.

Num primeiro momento, os turistas avistaram uma fêmea sozinha, com um comprimento estimado entre os 12 e os 15 metros, apenas para minutos depois o animal começar a ter um comportamento estranho e uma mancha de sangue surgir à tona da água.

O primeiro pensamento dos presentes apontava para um ataque de tubarão, até que se aperceberam de uma pequena cria na superfície.

Através dos vídeos captados — que se tornaram autênticos testemunhos da evolução de uma espécie —, é possível ver mãe e cria a nadarem lado a lado, com a mãe, em alguns momentos, a empurrar a cria para a superfície ou aconchegando-as na sua cara, de forma a permitir-lhes descansar.

Segundo o Live Science, a cria media cerca de 4,5 metros, apresentava uma tonalidade muito mais escura do que a sua mãe e uma cauda extremamente flexível — o que dificultava o ato de nadar.

A baleia mãe parecia igualmente orgulhosa da sua cria, ao ponto de ambas nadarem por baixo da embarcação para que todos pudessem visualizar a recém-nascida.

Regra geral, as baleias cinzentas dão à luz nas lagoas da Baja California, México, que são mais quentes do que o mar aberto e fornecem abrigo de predadores, tais como as baleias assassinas.

É provável que a baleia em questão estivesse a migrar para sul, em direcção a Baja California, tendo partido das proximidades do Alasca.

Esta localização também representa um perigo acrescido para a cria, que viu as suas hipóteses de sobrevivência diminuírem, aponta a mesma fonte.

ZAP //
15 Janeiro, 2023



 

 15 total views,  1 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *