179: “Publicidade enganosa”. Campanha do Pingo Doce sob fogo por iludir os clientes

 

– E os gajos lá se vão safando destes “enganos programados” sem que quem de direito os puna severamente. Onde para a ASAE? Infelizmente tive de deixar de reclamar às entidades competentes sobre a não existência de preços em determinados artigos, o que é ilegal, dado que a coisa continua na mesma!.

🇵🇹 PUB ENGANOSA // PINGO DOCE

A campanha promete produtos a “Preços de 2021”, mas as condições são escritas em letras pequeninas e de difícil legibilidade.

A promoção “Preços de 2021” do Pingo Doce está a ser acusada de conter publicidade enganosa. A campanha, que promete produtos a preços antes da escalada de inflação de 2022, tem várias condições que são apresentadas aos consumidores com letras mais pequenas, de acordo com a NiT.

A publicação dá o exemplo de kiwis comprados numa loja no Porto a 18 de Janeiro. A etiqueta apresentava um preço de 1,99 euros por quilo, um desconto de mais de 35%.

No entanto, por baixo do sinal com o preço, estão escritas as condições da campanha em letra mais pequena — só se aplica a compras superiores a 20 euros e essa compra não pode incluir produtos da campanha “Preços de 2021”.

Ou seja, o cliente que não lê estas letras miudinhas chega à caixa a pensar que vai pagar 1,99 por quilo, mas acaba por pagar o preço original, bastante mais caro.

Os consumidores estão a criticar a campanha na publicação sobre a campanha na página do Pingo Doce, com o termo “publicidade enganosa” a ser uma das principais acusações feitas pelos clientes e com alguns até a dizer que é impossível ler as letras pequenas no expositor.

“Consideramos que tais práticas podem enquadrar-se como práticas comerciais desleais enganosas, na medida em que se entende serem susceptíveis de induzir em erro o consumidor relativamente elementos essenciais — o preço e até a existência de vantagem específica relativamente ao preço — podendo conduzir o consumidor a uma decisão de compra que não teria tomado de outro modo”, considera Ana Sofia Ferreira, coordenadora do Gabinete de Apoio ao Consumidor da DECO.

Esta não é a primeira vez que o Pingo Doce é acusado de publicidade enganosa.

Em Dezembro, a cadeia lançou uma campanha onde oferecia um cabaz de Natal aos clientes, mas novamente incluiu as condições da campanha em letras pequenas no folheto — o cliente precisava de gastar pelo menos 100 euros e essa compra não podia incluir diversos produtos específicos da época, como bacalhau ou azeite.

A publicação no Facebook sobre a campanha também não continha estes requisitos.

Adriana Peixoto, ZAP //
22 Janeiro, 2023



 

published in: 2 semanas 

 

 13 total views

178: Mistério quântico: as coisas só existem quando interagimos com elas?

 

CIÊNCIA // FÍSICA QUÂNTICA

Drama e luta intermináveis enquanto as pessoas tentavam digerir o que suas teorias lhes diziam. Equação de Schrödinger é diferente.

Wikimedia

Podemos mesmo descobrir a natureza da realidade? As coisas só existem quando interagimos com essas coisas?

Questões profundas, complexas. Drama e luta intermináveis enquanto as pessoas tentavam digerir o que suas teorias lhes diziam.

A análise no portal Big Think pode confundir alguns leitores – ou muitos.

Vamos a uma ideia chave: no mundo quântico, há a noção de que um objecto se desmorona.

Esquecendo moléculas, átomos e partículas elementares, para nós um objecto é algo que podemos contemplar: porta, carro, planeta, grão de areia… Ou então: célula, vírus, ADN…

Mas neste segundo grupo, quando se fala de moléculas e algo invisível a olho nu, começam as dúvidas.

A física quântica entra em cena quando é difícil definir contornos, limites, formas das “coisas”. Tornam-se em objectos indescritíveis.

E também entra em cena o princípio da incerteza, de Werner Heisenberg: quanto menor for a incerteza na medida da posição de uma partícula, maior será a incerteza do seu momento linear (e vice-versa).

Não podemos identificar a posição de um objecto com precisão arbitrária. Quanto mais tentamos determinar onde ele está, mais evasivo ele se torna – a incerteza aumenta em relação à sua velocidade.

E isto faz diferença quando falamos sobre um átomo ou um electrão. É complicado situar um electrão, por exemplo; salta de uma órbita para outra nos átomos.

Erwin Schrödinger não concordava com a ideia geral dos físicos quânticos: as coisas quânticas só existem quando interagimos com elas.

A equação de Schrödinger é diferente das equações dos físicos clássicos. Pensemos no percurso de uma pedra, ao ser lançada: a equação de Isaac Newton indica que a posição da pedra muda com o tempo desde a sua posição inicial até ao seu ponto de repouso final.

Mas não se pode aplicar o mesmo num electrão. Aliás, nem há electrões na equação de Schrödinger – há a função de onda do electrão.

Este é o objecto quântico que encapsula a imprecisão. Por si só não tem um significado.

O que tem significado é o seu valor ao quadrado — o seu valor absoluto, pois é uma função complexa. Este valor emite as probabilidades de que o electrão se encontre nesta ou naquela posição no espaço, quando for detectado.

A função da onda é uma super-posição de possibilidades. Todos os caminhos possíveis que levam a diferentes resultados estão lá. Mas, a partir do momento que a medição é feita, apenas uma posição prevalece.

E esta é a essência da super-posição quântica: contém todos os resultados possíveis, cada um com uma certa probabilidade de ser realizado após a medição.

Por isso é que dizemos que o electrão “não está em lugar nenhum” antes de ser medido. Não há nenhuma equação para dar-lhe uma localização precisa.

Antes de ser medido, um electrão está em todos os lugares em que pode receber as restrições de sua situação – factores como as forças que interagem com ele e o número de dimensões nas quais ele se move.

A mecânica quântica conta uma história que tem apenas um começo e um fim. Tudo pelo meio é algo enevoado.

ZAP //
22 Janeiro, 2023



 

published in: 2 semanas 

 

 15 total views

177: Primeiro-ministro polaco considera inaceitável recusa da Alemanha em fornecer tanques

 

– A Alemanha acobardou-se perante o putinofantoche russonazi 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 terrorista, quiçá efeitos reflexivos da época Merkelreich…

🇵🇱 POLÓNIA // 🇩🇪 ALEMANHA // 🇺🇦 UCRÂNIA // LEOPARD 2

Dois dias depois de uma reunião de Ramstrin, Mateusz Morawiecki lembra que “mulheres e crianças estão a ser assassinadas” pelas bombas russas.

© EPA/CLEMENS BILAN / POOL

O primeiro-ministro polaco, Mateusz Morawiecki, considerou este domingo “inaceitável” a recusa de Berlim em fornecer tanques de combate Leopard à Ucrânia, que os reclama com urgência para combater as forças russas.

“A atitude da Alemanha é inaceitável. Já passou quase um ano desde que a guerra começou. Pessoas inocentes morrem todos os dias. As bombas russas estão a causar estragos nas cidades ucranianas. Alvos civis estão a ser atacados, mulheres e crianças estão a ser assassinadas”, disse Mateusz Morawiecki à agência PAP.

As declarações do chefe de estado polaco acontecem dois dias depois de uma reunião que juntou cerca de 50 países na base norte-americana em Ramstein, na Alemanha.

Os aliados da Ucrânia anunciaram novas entregas substanciais de armas à Ucrânia, mas não conseguiram chegar a acordo sobre a entrega de tanques de combate Leopard, apesar dos repetidos pedidos da Ucrânia.

O primeiro-ministro polaco disse estar à espera de “uma declaração clara” de Berlim a autorizar o envio dos Leopard, dos quais é produtor, pelos países que os têm.

A Polónia, que declarou estar pronta para entregar 14 tanques Leopard a Kiev, diz estar em conversações com cerca de 15 países sobre o assunto, escreve a AFP.

Morawiecki sublinhou que, se Berlim se recusar a fornecer estes tanques de combate a Kiev, criarão “uma pequena coligação de países” que estão prontos a doar “algum do seu equipamento moderno, os seus tanques modernos, a uma Ucrânia em dificuldades”.

No sábado, os ministros dos Negócios Estrangeiros da Estónia, Letónia e Lituânia apelaram ao Governo alemão para que envie “imediatamente” os tanques Leopard para a Ucrânia para ajudar o exército ucraniano contra a invasão russa.

Diário de Notícias
DN/Lusa
22 Janeiro 2023 — 10:10



 

published in: 2 semanas 

 

 13 total views

176: Vice-ministro ucraniano detido por suspeitas de corrupção na compra de geradores

 

– Infelizmente, corruptos existem em todo o lado.

🇺🇦 UCRÂNIA // CORRUPÇÃO

Lozynskyi é suspeito de ter recebido um suborno de 400 mil dólares (cerca de 368 mil euros) para beneficiar uma empresa na compra de geradores.

© EPA/MYKOLA TYS

O vice-ministro das Infra-estruturas ucraniano Vasyl Lozynskyi, que tutelava a pasta de Desenvolvimento de Comunidades e Territórios da Ucrânia, foi detido no sábado pela Direcção Nacional Anti-corrupção (NABU). A informação foi confirmada este domingo pela Procuradoria Especial Anticorrupção (SAPO).

Lozynskyi é suspeito de ter recebido um suborno de 400 mil dólares (cerca de 368 mil euros) para beneficiar uma empresa na compra de geradores, de acordo com o Kyiv Independent.

O Ministério das Infra-estruturas da Ucrânia confirmou nas redes sociais a detenção de Lozynskyi foi detido e que este foi demitido na sequência deste caso.

O governo da Ucrânia destinou 45,7 milhões de dólares no verão passado para restaurar infra-estruturas críticas de fornecimento de energia, aquecimento e água aos ucranianos durante o inverno.

De acordo com a SAPO, esta investigação revelou que vários funcionários celebraram contratos a um custo inflacionado com negócios pré-determinados. Este gabinete adiantou ainda que investigação está em curso.

Diário de Notícias
DN
22 Janeiro 2023 — 13:55



 

published in: 2 semanas 

 

 13 total views

175: Afinal, a peste negra pode não ter sido espalhada por ratos

 

– Entre 1347 e 1353, a peste negra assolou a Europa, matando milhões de pessoas. Em 2022 e 2023 a peste negra terrorista russonazi 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 está a matar – por enquanto -, milhares de civis inocentes, de um país invadido. Uma peste difícil de curar já que é originária em mentes psicopatas assassinas. Piores que ratos infectados pela peste, estes terroristas russonazis 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 pertencem a uma classe bem representativa da existente na Idade Média! Das duas pestes, não sei qual delas será a pior!

PESTE NEGRA // EUROPA // 1347~1353

A peste negra assolou a Europa entre os anos de 1347 e 1353, matando milhões de pessoas. Os surtos no continente continuaram até ao século XIX.

Wikimedia

Um dos factos mais aceites sobre a peste na Europa foi o facto de a sua propagação ter sido feita por ratos. Em algumas partes do mundo, a bactéria que causa a peste – a Yersinia pestis – mantém uma presença a longo prazo em ratos selvagens e nas suas pulgas. A isto chama-se um “reservatório” animal.

Embora a praga comece nos ratos, extravasa para os humanos. A Europa pode ter albergado em tempos reservatórios de animais que provocaram pandemias de peste. Mas a peste também pode ter sido repetidamente reintroduzida a partir da Ásia. Qual dos dois é o cenário real? Continua a ser um tema de controvérsia científica.

Uma investigação publicada em Outubro de 2022 na PNAS revelou que as condições ambientais na Europa teriam impedido a peste de sobreviver em reservatórios de animais persistentes e a longo prazo. Então, como é que a peste persistiu no continente durante tanto tempo?

O estudo oferece duas possibilidades. Primeira: a peste estava a ser reintroduzida a partir de reservatórios asiáticos. Segunda: reservatórios temporários de curto e médio prazo na Europa. Além disso, os dois cenários podem ter-se apoiado mutuamente.

No entanto, a rápida propagação da peste negra e os surtos subsequentes dos séculos seguintes também sugerem que os ratos podem não ter desempenhado o papel crítico na transmissão da doença.

Para determinar se a peste poderia sobreviver em reservatórios de animais a longo prazo na Europa, a equipa analisou factores como as características do solo, as condições climáticas, os tipos de terreno e a variedade de ratos. Todos esses factores parecem afectar a permanência da peste em reservatórios.

Um pH elevado (ácido ou alcalino) e concentrações elevadas de alguns elementos no solo – incluindo cobre, ferro e magnésio -, bem como temperaturas mais baixas, altitudes mais elevadas e precipitações parecem favorecer o desenvolvimento de reservatórios persistentes.

Com base na análise, esses reservatórios de longa duração eram menos susceptíveis de ter existido entre 1348 até ao início do século XIX do que hoje.

Isto contrasta fortemente em regiões da China e na parte ocidental dos Estados Unidos (EUA), onde se encontram todas as condições acima referidas para a existência de reservatórios.

Na Ásia Central, os reservatórios persistentes e de longa duração podem ter existido durante milénios. Tal como o antigo ADN e provas textuais indicam, uma vez que a praga atravessou a Europa a partir da Ásia, parece ter semeado reservatórios de curta ou média duração em ratos selvagens europeus.

No entanto, como as condições edafoclimáticas locais não favoreceram os reservatórios a longo prazo e persistentes, a doença teve de ser reimportada, pelo menos em alguns casos.

A primeira pandemia de peste começou no início do século VI e durou até ao final do século VIII. A segunda (que incluiu a peste negra) começou na década de 1330 e durou cinco séculos. Uma terceira pandemia começou em 1894 e permanece ainda hoje em lugares como Madagáscar e na Califórnia, nos EUA.

Estas pandemias envolveram a forma bubónica da peste, na qual as bactérias infectam o sistema linfático humano. Na peste pneumónica, a bactéria infecta os pulmões.

As pragas da segunda pandemia diferiram no seu carácter e transmissão. Em primeiro lugar, houve níveis de mortalidade diferentes, com alguns segundos surtos a atingir os 50%, enquanto que os da terceira pandemia raramente ultrapassaram 1%. Na Europa, os números para a terceira pandemia foram ainda mais baixos.

Em segundo lugar, houve diferentes taxas e padrões de transmissão entre estas duas épocas de peste. Havia enormes diferenças na frequência e velocidade do transporte de mercadorias, animais e pessoas entre o final da Idade Média e o final do século XIX. No entanto, a peste negra e muitas das suas ondas subsequentes espalharam-se com uma velocidade espantosa.

As pragas da segunda pandemia espalharam-se mais rapidamente e mais amplamente do que qualquer outra doença durante a Idade Média. De facto, foram mais rápidas do que em qualquer período até aos surtos de cólera de 1830 ou à grande gripe de 1918-20.

Independentemente de como as várias ondas europeias da segunda pandemia começaram, tanto os ratos selvagens como os não selvagens movem-se mais lentamente do que o ritmo de transmissão em todo o continente.

Em terceiro lugar, a sazonalidade da peste também mostra grandes discrepâncias. As pragas da terceira pandemia seguiram de perto os ciclos de fertilidade das pulgas de ratos. Estas elevam-se com condições relativamente húmidas e dentro de uma faixa de temperatura entre os 10°C e os 25°C.

Pelo contrário, as pragas da segunda pandemia poderiam atravessar os meses de inverno na forma bubónica, como se viu nas regiões bálticas de 1709-13. Mas nos climas mediterrânicos, a peste de 1348 até ao século XV foi um contágio de verão que atingiu o seu auge em Junho ou Julho – durante os meses mais quentes e secos.

Esta situação afasta-se de forma impressionante das estações da peste nestas regiões no século XX. Devido à baixa humidade e a temperaturas elevadas, estes meses foram os tempos menos prováveis para a praga surgir entre ratos ou humanos.

Estas diferenças levantam uma questão crucial sobre se a forma bubónica da peste dependia de ratos para a sua transmissão quando, em vez disso, podia propagar-se de forma mais eficiente entre os humanos.

O artigo indica ainda que são necessários mais estudos para definir o papel preciso dos humanos e dos ratos nas pandemias de peste.

ZAP // The Conversation
22 Janeiro, 2023



 

published in: 2 semanas 

 

 12 total views

174: Envio de mais armas do Ocidente para a Ucrânia pode causar uma “catástrofe global”

 

– Estes montesdemerda russonazis 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 ainda conseguem ser mais estúpidos que um asno! Vejamos:

“… Volodin invocou ainda o uso de armas nucleares no comunicado que fez no Telegram. “Argumentos de que as potências nucleares não usaram anteriormente armas de destruição massiva são insustentáveis. Isto é porque estes estados não enfrentaram uma situação em que a segurança dos seus cidadãos e a sua integridade territorial está sob ameaça“, refere o responsável russo.

Em que andar a segurança dos cidadãos e integridade territorial russa se encontra ameaçada? Quem foi que invadiu a Ucrânia, um país soberano, que está a defender-se de uma invasão terrorista russonazi 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺?

… “Com as suas decisões, Washington e Bruxelas estão a levar o mundo a uma guerra terrível… os políticos estrangeiros que tomam tais decisões precisam de entender que isto pode terminar numa tragédia global que destruirá os seus países“, acrescenta.

Ah! Se esta merda terminar numa tragédia global que destruirá os países do Ocidente, os russonazis 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 estão protegidos com preservativos anti-nucleares, não lhes vai acontecer absolutamente nada! Estes gajos têm mais merda na cornadura que um aterro sanitário! FDS!!! 🖕 🖕

🇷🇺☠️ A RÚSSIA PRECISA SER
DESNAIFICADA…!!! ☠️🇷🇺

🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 RUSSONAZIS // AMEAÇAS // PUTINOFANTOCHES

A ameaça partiu de Vyacheslav Volodin, presidente da Duma, numa altura em que há um impasse na Alemanha sobre o fornecimento de tanques à Ucrânia.

Sergei Ilnitsky/EPA

Caso o Ocidente continue a fornecer armamento à Ucrânia, a Rússia irá retaliar com “armas mais poderosas”, afirmou hoje Vyacheslav Volodin, presidente da Duma, a Câmara Baixa do Parlamento da Rússia.

O aliado de Putin ameaça ainda a Europa e os Estados Unidos com a possibilidade de haver uma “catástrofe global” se continuarem a dar apoio militar a Kiev.

Volodin invocou ainda o uso de armas nucleares no comunicado que fez no Telegram. “Argumentos de que as potências nucleares não usaram anteriormente armas de destruição massiva são insustentáveis.

Isto é porque estes estados não enfrentaram uma situação em que a segurança dos seus cidadãos e a sua integridade territorial está sob ameaça“, refere o responsável russo.

“Com as suas decisões, Washington e Bruxelas estão a levar o mundo a uma guerra terrível… os políticos estrangeiros que tomam tais decisões precisam de entender que isto pode terminar numa tragédia global que destruirá os seus países“, acrescenta.

Esta ameaça surge na mesma altura em que se está a debater se a Alemanha vai enviar mais tanques Leopard 2 para a Ucrânia. Kiev tem pedido mais ajuda a Berlim, mas os alemães temem uma escalada do conflito e estão à espera de uma resposta dos Estados Unidos, escreve o Politico.

A Alemanha também mudou recentemente de Ministro da Defesa, tendo a resposta ao conflito na Ucrânia sido precisamente uma das razões que motivou a saída de Christine Lambrecht do cargo.

Berlim também ainda não aprovou a entrega dos tanques por parte dos seus aliados, dado que a Alemanha tem a palavra final sobre as re-exportações de veículos que lhes tenha vendido.

Boris Pistorius, o novo Ministro da Defesa alemão, está a planear uma visita à Ucrânia para o próximo mês. “Estamos a dialogar proximamente sobre este assunto com os nossos parceiros internacionais, sobretudo com os EUA”, referiu Pistorius sobre o impasse relativo à entrega dos tanques.

Adriana Peixoto, ZAP //
22 Janeiro, 2023



 

published in: 2 semanas 

 

 22 total views

173: 18 distritos do continente sob aviso amarelo devido ao frio

 

🇵🇹 METEOROLOGIA // FRIO

Segundo o IPMA, as temperaturas vão descer em Portugal a partir de segunda-feira, com mínimas entre os 5º e -6º, mantendo-se tempo frio até ao final da semana.

© Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens

Os 18 distritos de Portugal continental vão estar sob aviso amarelo devido à previsão de tempo frio, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo a informação disponibilizada no seu site, o IPMA refere que este domingo são três os distritos – Bragança, Guarda e Vila Real – que estão sob aviso amarelo devido à persistência de valores baixos de temperatura mínima, aos quais se juntam, a partir das 03:00 de segunda-feira os restantes distritos portugueses.

O aviso amarelo é emitido sempre que existe uma situação de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica.

Devido à persistência de valores baixos de temperatura mínima para os próximos dias, o IPMA coloca, a partir da madrugada de segunda-feira, os 18 distritos do Continente sob aviso amarelo.

O aviso amarelo do IPMA irá vigorar até às 07:00 de quarta-feira.

Segundo o IPMA, as temperaturas vão descer em Portugal a partir de segunda-feira, com mínimas entre os 5º e -6º, mantendo-se tempo frio até ao final da semana.

Em comunicado, o IPMA refere que o tempo frio é causado por um anticiclone localizado no norte da Europa, que se estende, “em crista até ao Atlântico” e “transportará uma massa de ar frio continental para a Península Ibérica”.

Esta “descida acentuada dos valores de temperatura até segunda-feira, dia 23”, deve manter-se “sem alterações significativas até ao final da semana” e não há previsão de chuva, ainda segundo o instituto meteorológico.

Na segunda-feira, de acordo com o IPMA, a “temperatura mínima deverá variar aproximadamente entre 0º e 5° C, sendo inferior no interior Norte e Centro, onde irá baixar até valores entre 0 e -6° C”, prevendo-se igualmente a formação de geada.

A temperatura máxima também vai descer, “prevendo-se na generalidade do território valores entre 10º e 15°C e, no interior Norte e Centro, valores entre 5º e 10° C”.

Diário de Notícias
DN/Lusa
22 Janeiro 2023 — 09:47



 

published in: 2 semanas 

 

 17 total views

172: O Bem-Amado e o Mecanismo 36

 

🇵🇹 OPINIÃO

1

É mesmo difícil imaginar no que se tornaria a democracia portuguesa se, depois de Sócrates, o PS tivesse um saco azul via Câmara de Lisboa com a cumplicidade de Medina, ou seja, de Costa. Se Medina for arguido, cai o governo. Estamos nas mãos de um juiz?

2

É mesmo difícil acreditar que Pedro Nuno Santos se esqueceu, durante tantos dias, que Alexandra Reis recebeu aquela indemnização e, ainda assim, a escolheu para presidente da empresa pública Navegação Aérea (NAV). O comunicado tardio do ex-ministro, a reescrever a história, tem pelo menos a vantagem (decência) de demonstrar que o secretário de Estado Hugo Mendes não era, afinal, um alienígena irresponsável a actuar por conta própria em matérias tão graves.

3

Em qualquer um dos dois casos anteriores, vemos que o Mecanismo 36 para seriação de governantes não evitaria os lapsos, desmandos ou contradições do sistema. Como bem disse no Parlamento o ministro da Economia, Costa Silva, estamos num país com uma suspeição generalizada sobre tudo e todos, e esta verificação, de cariz radicalmente inibitório (para evitar erros crassos), corre o risco de eliminar candidatos com competência sectorial, mas honestidade inquestionável, para o exercício de cargos públicos – como em 99% dos casos ao longo dos 50 anos de democracia.

4

Perante isto, quem pode ou quer ser político? Factos: todo o património à mercê do escrutínio, salários mais baixos do que na esfera privada para altas responsabilidades profissionais, a que se segue uma inabilitação, durante três anos, se houver um regresso ao mesmo sector de actividade. Entretanto, em contraponto, o que oferece o Estado a quem sai? Um mês de salário extra após o fim do cargo e três anos de potencial desemprego sem direito a subsídio.

5

Como dano colateral do problema da verificação de governantes, podemos perder também a nossa crença na boa-fé de Marcelo Rebelo de Sousa? A ideia do Mecanismo 36 ser retroactivo é uma ideia que um professor de Direito Constitucional, em princípio, desprezaria. Seria insensata para trás, porque ela já é insensata do presente em diante. Levando à letra o que diz o Presidente, o actual Governo preenchia o inquérito este fim de semana – e caía de seguida.

Estamos num país com uma suspeição generalizada sobre tudo e todos.”

Isto seria absurdo, por muitas razões. Um exemplo: Miguel Paes do Amaral dizia ao Dinheiro Vivo, em 2014, sobre Marcelo: “Todos sabem que a companheira do putativo candidato presidencial é administradora no grupo BES e que o seu filho é funcionário da PT”, (…) “ele e a sua companheira eram os melhores amigos do casal Salgado. Viajavam juntos, passavam férias juntos”. “Neste caso, diz-me quem são os teus amigos, dir-te-ei quem és” (…) e obviamente uma pessoa que é a melhor amiga de alguém, se esse alguém não sair bem, não tem quaisquer condições para ser candidato presidencial, nem para alimentar essa candidatura”.

Sendo o Presidente da República a principal personalidade da magistratura de influência do país, e sabendo nós como ainda vai no adro o caso BES, imaginem que algum procurador mais radical tinha incluído no processo a companheira do Presidente (antiga administradora do BES) ou um qualquer juiz a tinha declarado arguida. Marcelo demitia-se agora?

6

“Vote num homem sério e ganhará um cemitério”. Odorico Paraguaçu (Paulo Gracindo) era O Bem-Amado – estreou a 22 de Janeiro de 1973 na Globo, como lembrava ontem o Observador. Mas está em exibição por cá.

Jornalista

Diário de Notícias
Daniel Deusdado
22 Janeiro 2023 — 00:40



 

published in: 2 semanas 

 

 19 total views

171: Junta militar do Burquina Faso dá ordem de saída aos franceses

🇷🇺☠️ A RÚSSIA PRECISA SER
DESNAIFICADA…!!! ☠️🇷🇺

RUSSONAZIS 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 // COLÓNIAS // ÁFRICA

Tropas especiais gaulesas têm um mês para sair, num guião já visto no Mali, com os russos a quererem tomar o lugar vago.

Manifestação contra a presença militar francesa e a favor da Rússia de Putin em Uagadugu, capital do Burquina Faso.
© OLYMPIA DE MAISMONT / AFP

O regime militar do Burquina Faso disse à França que quer que as suas tropas estacionadas no país partam no prazo de um mês, informou no sábado a agência noticiosa estatal AIB.

“O governo burquino denunciou na quarta-feira passada o acordo que rege, desde 2018, a presença de forças armadas francesas no seu território”, disse a AIB, acrescentando que tinha dado à França um mês para completar a sua retirada.

Uma fonte próxima do governo disse que as autoridades tinham apelado à “partida dos soldados franceses num curto espaço de tempo”.

A França tem 400 soldados das forças especiais estacionados no Burquina para combater uma insurreição islamista, mas as relações entre Paris e Uagadugu deterioraram-se nos últimos meses.

O país é governado por uma junta militar, liderada pelo capitão Ibrahim Traoré, que tomou o ​​​​​​​poder em Setembro passado.

As tropas francesas retiraram-se do Mali no ano passado, após um golpe de Estado de 2020 na antiga colónia francesa, que viu os seus governantes aproximarem-se mais da Rússia.

O Burquina Faso, também outrora sob domínio francês, viu oficiais tomar o poder em Setembro, no segundo golpe de estado em oito meses. O estreitamento dos laços com a Rússia tem estado na ordem do dia no Burquina Faso desde o golpe de Estado.

Diário de Notícias
DN/AFP
21 Janeiro 2023 — 23:27

🇷🇺☠️☠️🇷🇺



 

published in: 2 semanas 

 

 15 total views,  1 views today

170: Rússia fez exercícios de defesa aérea na região de Moscovo

 

– QUEM TEM CU… TEM MEDO 🙂 ! Ditado popular que ratifica estes “exercícios” do russonazi 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 putinofantoche terrorista! E depois “pintam a manta” ao geito da propaganda nazi, habitual nestes montesdemerda nazis 🖕. Como é na terra dos russonazis, já não importa instalar artilharia em centros urbanos… Só na Ucrânia é que não se pode…🖕!

RUSSONAZIS 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 // “EXERCÍCIOS” // MEDO

Participaram mais de 150 militares e mais de 30 peças de armamento, equipamento militar e especial nestes exercícios.

A Rússia anunciou este sábado que realizou exercícios de defesa aérea na região de Moscovo para proteger as suas infra-estruturas críticas em caso de “ataques aéreos”, tendo como pano de fundo o conflito com a Ucrânia.

Foram realizados exercícios na região de Moscovo com pessoal da brigada de mísseis antiaéreos do distrito militar ocidental para repelir ataques aéreos a importantes infra-estruturas militares, industriais e administrativas”, adiantou o ministério da Defesa russo num comunicado.

Segundo o ministério, os soldados russos que participaram no exercício são treinados na utilização de “mísseis antiaéreos S-300”.

No total, participaram mais de 150 militares e mais de 30 peças de armamento e equipamento militar nestes exercícios, salientou.

Contudo, a Defesa Russa não especificou quando é que foram realizados os exercícios.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, recusou-se a responder na sexta-feira à pergunta se a Rússia teme que Moscovo seja um alvo a atacar, remetendo a pergunta para o Ministério da Defesa.

Nos últimos meses, a Rússia assistiu a vários ataques imputados à Ucrânia, que vão desde sabotagem a ataques com drones e fogo de artilharia nas regiões fronteiriças.

Diário de Notícias
DN/Lusa
21 Janeiro 2023 — 14:57



 

published in: 2 semanas 

 

 14 total views,  1 views today