Turquia apoia o plano de paz de Zelensky e diz que “Rússia está pronta para negociações”

 

– Blá, blá, blá… conversa da treta! O russonazi 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺 putinofantoche apenas aceita negociar se ele ficar de posse com as regiões anexadas ilegalmente pela rússianazi. E não esquecer que não se pode confiar na palavra de um nazi que foi aliado da Alemanha nazi de Adolf Hitler! E quais são os dez pontos do Zelensky?

🇷🇺 A RÚSSIA ☠️卐☠️ É UM ESTADO PÁRIA, TERRORISTA, ASSASSINO, LADRÃO, GENOCIDA, VIOLADOR 🇷🇺

🇺🇦 A UCRÂNIA É DOS UCRANIANOS 🇺🇦,
NÃO É DOS RUSSONAZIS
🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺

🇺🇦 UCRÂNIA // 🇹🇷 TURQUIA // NEGOCIAÇÕES PAZ // RÚSSIANAZI 🇷🇺☠️卐☠️🇷🇺

published in: 3 semanas 

“A Rússia assegura que está pronta para negociações agora. Zelensky propôs um plano de paz de dez pontos. Nós, a Turquia, apoiamos esse plano e prosseguiremos o nosso trabalho”, afirmou o chefe da diplomacia turca.

O ministro turco dos Negócios Estrangeiros, Mevlut Cavusoglu
© EPA/NECATI SAVAS

O chefe da diplomacia da Turquia, Mevlut Çavusoglu, anunciou esta terça-feira o apoio de Ancara ao plano de paz proposto pelo presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, baseado em dez pontos de segurança abrangentes e garantias para o fim do conflito.

“A Rússia assegura que está pronta para negociações agora. Zelensky propôs um plano de paz de dez pontos. Nós, a Turquia, apoiamos esse plano e prosseguiremos o nosso trabalho”, indicou Çavusoglu no decurso com a sua homóloga sul-africana, Naledi Pandor.

O ministro dos Negócios Estrangeiros turco assegurou que Ancara aposta no diálogo para terminar com um conflito que se prolonga há perto de 11 meses. “Cremos que esta guerra terminará na mesa das conversações. Quanto mais depressa, melhor”, disse.

A Turquia tem-se revelado como um dos principais mediadores na guerra instalada no leste da Europa, e em conjunto com as Nações Unidas facilitou um acordo entre a Rússia e a Ucrânia para a exportação de cereais ucranianos e fertilizantes russos a partir dos portos do Mar Negro.

Nesse sentido, Çavusoglu insistiu que “deverão ser enviados mais cereais e fertilizantes para os países em desenvolvimento, para o continente africano”, segundo registou a agência noticiosa oficial turca Anatolia.

A ofensiva militar russa no território ucraniano, lançada a 24 de Fevereiro do ano passado, mergulhou a Europa naquela que é considerada a crise de segurança mais grave desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Diário de Notícias
DN/Lusa
10 Janeiro 2023 — 17:00



 

 26 total views,  1 views today