114: Nova vacina Pfizer / BioNTech ligada a derrames em adultos mais velhos

 

SAÚDE PÚBLICA // VACINAS // COVID-19 // PFIZER-BIONTECH // AVISOS

published in: 3 semanas 

Um sistema de monitorização de segurança nos Estados Unidos identificou um possível problema de segurança com a recente actualização da vacina Pfizer / BioNTech, de acordo com o qual pessoas com 65 anos ou mais têm maior probabilidade de sofrer um derrame 21 dias após a toma.

ZAP // Rawpixel

O sistema de monitorização de segurança identificou que a recente actualização da vacina contra a covid-19 da farmacêutica norte-americana Pfizer e sua parceira alemã BioNTech pode estar ligada a um tipo de derrame cerebral em adultos mais velhos.

De acordo com dados preliminares analisados pelas autoridades de saúde dos EUA, citados pela agência Reuters, pessoas com idade superior a 65 anos podem ser mais propensas a sofrer um derrame isquémico 21 dias após receberem a injecção bivalente Pfizer / BioNTech, por comparação com a probabilidade no período de 22 a 44 dias.

O possível problema de segurança foi descoberto após análise de dados do Vaccine Safety Datalink (VSD), sistema de monitorização de segurança dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA, e foi divulgado pelo regulador de saúde norte americano, a Food and Drug Administration (FDA).

Um acidente vascular cerebral isquémico, também conhecido como isquemia cerebral, é causado pela obstrução ou redução brusca do fluxo sanguíneo numa artéria do cérebro, originando a falta de circulação vascular na região, e é responsável por 85% dos casos de acidente vascular cerebral.

Segundo a FDA e o CDC, outros grandes estudos, nomeadamente do Sistema de Relato de Eventos Adversos de Vacinas do CDC, dos bancos de dados de outros países e dos bancos de dados da Pfizer / BioNTech, não sinalizaram este problema de segurança, pelo que o alerta requer investigação adicional.

“Embora a totalidade dos dados disponíveis actualmente sugira que é muito improvável que este alerta do VSD represente um verdadeiro risco clínico, acreditamos que é importante compartilhar essas informações com o público”, adiantaram as autoridades de saúde norte-americanas.

A Pfizer e a BioNTech confirmaram, em comunicado, ter sido informadas de relatos limitados de derrames isquémicos em pessoas com 65 anos ou mais após a vacinação com a vacina actualizada.

“Nem a Pfizer e a BioNTech, nem o CDC ou a FDA identificaram casos semelhantes em vários outros sistemas de monitorização nos EUA e no mundo, e não há evidências que permitam concluir que o AVC isquémico esteja associado ao uso das vacinas Covid-19″ das duas empresas”, refere o comunicado.

O alerta de segurança não foi identificado com a vacina bivalente da Moderna.

ZAP //
15 Janeiro, 2023



 

 13 total views,  1 views today