439: LUS 222: O avião português vai ser produzido em Ponte de Sor

TECNOLOGIA/AVIAÇÃO

Já ouviu falar no LUS 222? A Câmara de Ponte de Sor (Portalegre) já investiu mais de 40 milhões de euros em infra-estruturas no aeródromo municipal, espaço que acolhe 14 empresas, criando mais de 300 postos de trabalho.

Nesse espaço vai também ser produzido o LUS 222, o primeiro avião português. Conheça algumas características.

LUS 222: aeronave para 19 passageiros

O vice-presidente da Câmara de Ponte de Sor e responsável pela gestão do aeródromo, Rogério Alves, referiu recentemente à Lusa que a expansão que está em curso no Centro Empresarial, Aeronáutico e Aeroespacial do Aeródromo Municipal de Ponte de Sor, deverá criar “nos próximos dois anos mais 150 a 200 postos de trabalho”.

A expansão do Centro Empresarial, Aeronáutico e Aeroespacial do Aeródromo Municipal de Ponte de Sor é composto por dois hangares de dois mil metros quadrados, atribuídos a três empresas e um outro de oito mil metros quadrados atribuído à empresa portuguesa Aeromec. Esta expansão custou aos cofres da autarquia cerca de 12 milhões de euros.

O próximo passo prende-se com a instalação da fábrica que vai produzir o avião português LUS 222. A aeronave LUS 222 vai ter capacidade para 19 passageiros, dois mil quilos de carga e com dois mil quilómetros de alcance.

Parte da aeronave será construída em Ponte de Sor, sendo este projecto um consórcio gerido pela EEA Aircraft. No total, o cluster aeronáutico de Ponte de Sor é constituído por 14 empresas, entre as quais se encontra a sede dos meios aéreos da Protecção Civil.

Pplware
Autor: Pedro Pinto
15 Out 2022