867: Já se pode curar o cancro da próstata em apenas uma hora

CIÊNCIA/SAÚDE/CANCRO DA PRÓSTATA

Um procedimento revolucionário pode curar o cancro da próstata em apenas uma hora, sem ser necessária cirurgia. A técnica usa correntes eléctricas direccionadas e já foi aplicada em vários pacientes no Reino Unido.

University Health Network
A primeira intervenção com recurso à técnica NanoKnife, no Toronto’s University Health Network.

O cancro da próstata é um dos principais cancros enfrentados pelos homens, sendo o de maior incidência e o segundo em mortalidade.

Normalmente, os pacientes oncológicos têm que remover cirurgicamente a próstata — numa operação conhecida como prostatectomia — e, em alguns casos, podem precisar de radioterapia para aumentar as suas hipóteses de cura. A operação não ocorre sem riscos, podendo levar a danos permanentes para o resto da vida.

A prostatectomia radical tem um baixo risco de complicações graves, no entanto, à semelhança de qualquer cirurgia, possui alguns riscos que devem ser levados em consideração.

Alguns dos riscos incluem incontinência urinária, disfunção eréctil, sangramento após a operação, infecção, desenvolvimento de hérnia no local da incisão e bloqueio do fluxo da urina.

Um novo tratamento pioneiro pode agora curar o cancro da próstata sem danificar o tecido saudável e prejudicar funções importantes para o bem-estar do paciente, escreve o ZME Science.

Médicos do University College London Hospital (UCLH) usaram o sistema Nanoknife, fabricado pela norte-americana AngioDynamics, para realizar um procedimento minimamente invasivo guiado por vídeo em seis pacientes com cancro da próstata no Reino Unido. O procedimento demora apenas uma hora e os pacientes recebem alta no mesmo dia.

Agulhas são inseridas na pele, guiadas por ressonâncias magnéticas, próximas ao local dos tumores. Depois, curtos pulsos eléctricos são disparados, fazendo com que as células cancerígenas comecem a desintegrar-se, ultimamente destruindo o tumor.

“O que mais me atraiu foi o facto de a probabilidade de danos colaterais ser muito reduzida. Com alguns dos tratamentos, parecia um pouco como usar uma marreta para partir uma noz — quase literalmente”, disse Neil Gershon, um dos pacientes que recebeu tratamento, em declarações ao The Telegraph.

O cancro de próstata é um dos cancros que uma eventual vacina da BioNTech promete tratar. Em Outubro, os fundadores da empresa alemã disseram acreditar que as vacinas contra o cancro podem chegar ainda antes de 2030.

Os cancros visados para tratamentos incluem cancro do intestino, pele, pulmão, cabeça e pescoço, próstata e ovários.

Daniel Costa, ZAP //
23 Novembro, 2022