186: Microsoft está a bloquear as actualizações para versões mais antigas do Windows 10

 

– No actual contexto sócio-económico, quem possui €€€ para adquirir um novo PC ou o hardware que a M$ OBRIGA a comprar para poder instalar o W11? Estes gajos pensam que todos estão disponíveis para abrirem os cordões à bolsa segundo as suas exigências? Fico com o W10, com o hardware que disponho – que até nem é nada mau – mas ter de comprar nova board, memórias e CPU nem pensar! 🖕🖕

TECNOLOGIA // SOFTWARE // MICRO$OFT

Com o seu foco no Windows 11, a Microsoft mantém ainda o Windows 10 como alternativa para quem não pode ou não quer actualizar para a nova versão. As novidades abrandaram, mas são mantidas ainda as actualizações de segurança e correcções necessárias.

Para ter esta versão actualizada, a Microsoft vê-se obrigada a tomar algumas decisões. Para isso, vai começar a bloquear as actualizações para versões mais antigas do Windows 10.

A cada nova actualização de peso que é lançada, a Microsoft tenta que os utilizadores acompanhem a nova versão.

Só desta forma as novidades são disponibilizadas e todas as correcções necessárias aplicadas nos sistemas que estão já a ser usados.

Dado que nem sempre consegue esse passo seja dado, a Microsoft tem de tomar algumas medidas mais impopulares junto dos utilizadores. A forma mais simples, e mais usada, é o fim do suporte e tornar obrigatória a actualização. Agora parece que vai tomar novas medidas, também pouco populares.

Após Março de 2023, não há mais preview releases não relacionadas com a segurança para as edições com suporte do Windows 10, versão 20H2 e versão 21H2. Apenas as actualizações de segurança mensais cumulativas (conhecidas como versão “B” ou Update Tuesday) continuarão para essas versões. O Windows 10, versão 22H2 continuará a receber actualizações de segurança e versões opcionais.

Do que pode ser lido no changelog da última actualização, para lá de novas correcções, há uma nova regra que vai ser colocada em prática. As versões mais antigas, e falados de 20H1 e 21H2, perdem parte das actualizações destas versões mais antigas do Windows 10.

Esta mudança vem passar a limitar o que vai ser disponibilizado para estas versões mais antigas do Windows 10. Vai limitar-se a apresentar as normais correcções de segurança mensais, ficando a versão 22H2 a ser mantida de forma completa e com todas as novidades, se existirem.

Importa destacar que o Windows 10 versão 20H2 já está sem suporte para a maioria das edições, mas é compatível com clientes Enterprise, Education e IoT Enterprise até 9 de Maio de 2023.

Por outro lado, o Windows 10 versão 21H2 é compatível com Home, Pro, Pro Education e Pro para SKUs de estações de trabalho até 13 de Junho de 2023 e até 11 de Junho de 2024 para clientes Enterprise, Education e IoT Enterprise.

Estas são as duas versões do Windows 10 afectadas por este anúncio e não vão receber as actualizações opcionais de visualização da Microsoft a partir de Março deste ano. Ainda recebem actualizações de segurança cumulativas até o final do seu ciclo de vida.

Pplware
23 Jan 2023



 

published in: 2 semanas 

 

 17 total views

32: Windows 7 e Windows 8.1 perdem suporte da Microsoft nos próximos dias

“… A única recomendação da Microsoft é mesmo a actualização Windows 7 e do Windows 8.1 para uma versão mais recente. Alerta ainda para que se esta não for possível, deverá ser optado por uma actualização do computador. ”
E a Microsoft paga os custos da compra de uma nova motherboard, memórias RAM e CPU? Não paga? Compatibilizem o W11 com as máquinas que suportam todos os SO’s até ao W10, sem as actuais exigências de hardware…

🇺🇸 SOFTWARE // WINDOWS 7 E 8.1 // MICROSOFT // EXIGÊNCIAS INACEITÁVEIS

Publicado: 1 mês 

A Microsoft está a encerrar o suporte aos seus sistemas mais antigos, Windows 7 e Windows 8.1. O fim estava agendado há algum tempo, estas versões dentro de uma semana ficam sem actualizações de segurança futuras.

Apesar de serem ainda dos sistemas operativos mais utilizados, devido à sua idade podem agora ficar expostos a problemas de segurança e a falhas. Se é utilizador, então não espere mais para se actualizar.

O fim do Windows 7 e do Windows 8.1

Será já na próxima semana, no dia 10 de Janeiro, que a Microsoft vai terminar o suporte definitivo ao Windows 7 e ao Windows 8.1. Esta é uma data importante e para a qual a empresa vinha a alertar os utilizadores há algum tempo.

Dessa data em diante, todas as actualizações de segurança são terminadas e estes sistemas perdem toda a atenção da Microsoft. Ficam expostos a problemas e a falhas que surjam e que possam ser e aproveitadas por agentes maliciosos.

Microsoft acabará com o suporte

Nesse mesmo dia é esperada a chegada de mais uma versão do Edge. A Microsoft tem nos seus planos o lançamento a versão 109, que curiosamente será também a última a ser suportada no Windows 7 e ao Windows 8.1. Esta deverá ser mais uma razão para que a actualização destes sistemas seja realidade.

Este último ponto é extremamente importante para os utilizadores. A Microsoft não está a oferecer mecanismos para que a actualização seja realizada de forma gratuita, apesar de no passado ter colocado essa opção em cima da mesa. Apenas a actualização do Windows 10 para a última versão é garantida e gratuita.

Não haverá mais nenhuma actualização

No caso do Windows 7, os utilizadores já tinham perdido o suporte em 2020, tendo sido mantidas apenas as actualizações para quem pagasse os 2 anos de suporte extra. A taxa de utilização deste sistema não baixou como se esperava, como se tem visto. No caso do Windows 8.1, estes números são bem mais reduzidos.

A única recomendação da Microsoft é mesmo a actualização Windows 7 e do Windows 8.1 para uma versão mais recente. Alerta ainda para que se esta não for possível, deverá ser optado por uma actualização do computador.

O dia 10 de Janeiro está a chegar de forma rápida e é melhor os utilizadores preparem-se para o que vai mudar.

Pplware
Autor: Pedro Simões
04 Jan 2023

 24 total views