Zelensky deixa garantia: “Não tenho dúvidas. Não foi o nosso míssil”

– Zelensky tem razão e todos os intervenientes devem aceitar a inclusão de técnicos ucranianos na equipa de investigação do incidente dado que, mesmo não sendo culpa ucraniana, eles são directamente interessados em que se apure a verdade. É que não se pode confiar em tudo o que os russonazis ☠️卐☠️ dizem!

🇺🇦 SLAVA UKRAYINI 🇺🇦
🇺🇦 UKRAYINA NE ROSIYSʹKA 🇺🇦

🇺🇦 UKRAINA – NE ROSSIYA 🇺🇦
🇺🇦 HEROYAM SLAVA 🇺🇦

🇬🇧 DROP ALL RUSONAZI ORCS FROM UKRAINE
🇺🇦 VYHNITʹ Z UKRAYINY VSIKH RUSONAZIVSʹKYKH ORKOV
🇷🇺 VYBROSITE VSEKH ORKOV RUSONAZI IZ UKRAINY

INVESTIGAÇÃO/MISSEIS/POLÓNIA/UCRÂNIA

As declarações do presidente da Ucrânia baseiam-se nas informações que recebeu do seu comando das forças armadas. Varsóvia e NATO consideraram “provável” que o míssil que atingiu a localidade polaca era um projéctil da defesa antiaérea ucraniana.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky
© Genya SAVILOV / AFP

Volodymyr Zelensky afirmou esta quarta-feira que não tem dúvidas de que o míssil que atingiu a localidade polaca de Przewodów, junto à fronteira com a Ucrânia, não era ucraniano. Duas pessoas morreram na sequência da queda do projéctil.

“Não tenho dúvidas de que não foi o nosso míssil”, disse o presidente ucraniano, citado pela agência de notícias Interfax. As declarações de Zelensky surgem depois da NATO e de Varsóvia considerarem “provável” que o projéctil era da defesa antiaérea ucraniana, de acordo com informações preliminares sobre o que aconteceu na terça-feira em solo polaco.

A afirmação de Zelensky é sustentada por relatórios do comando das forças armadas e pela força aérea ucranianas.

“Acredito que foi um míssil russo com base na credibilidade dos relatórios dos militares”, destacou.

O presidente ucraniano defende que as autoridades de Kiev devem ter acesso ao local, em Przewodów, que foi atingido pelo míssil. “Temos direito de estar na equipa de investigação? Claro”, afirmou em declarações a jornalistas.

Antes, já o secretário do Conselho de Segurança e Defesa Nacional ucraniano, Oleksiy Danilov, pedia acesso ao local, onde decorreu a explosão provocada pela queda do projéctil. “A Ucrânia pede acesso imediato, para representantes da Defesa e da Guarda de Fronteiras, ao local atingido”, escreveu, na rede social Twitter.

Danilov disse querer “um exame conjunto do incidente”. “Estamos prontos para entregar a prova do vestígio russo que temos”, referiu, depois de Moscovo ter negado formalmente ser responsável por este lançamento.

O secretário do Conselho de Segurança e Defesa Nacional ucraniano acrescentou que Kiev “está à espera de informações dos parceiros, os quais concluíram que se tratava de um míssil de defesa aérea ucraniano”.

Afirmações de Zelensky são “irresponsáveis”, acusa a Hungria

A Hungria já reagiu às afirmações de Zelensky sobre o míssil que atingiu a localidade polaca Przewodów considerando que se tratam de declarações “irresponsáveis”.

Gergely Gulyas, chefe de gabinete do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, disse que os líderes mundiais reagiram de forma responsável aos desenvolvimentos na Polónia. Mas “o presidente ucraniano, ao acusar imediatamente os russos, foi um mau exemplo”, afirmou Gulyas, citado pela AFP.

O presidente polaco, Andrzej Duda, disse considerar “altamente provável” que o míssil que matou duas pessoas na terça-feira em Przewodów, perto da fronteira com a Ucrânia, tenha sido utilizado pela defesa aérea ucraniana.

Também o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), Jens Stoltenberg, declarou hoje que a explosão ocorrida na Polónia “foi provavelmente causada” por um míssil ucraniano, mas ressalvou que “não é culpa da Ucrânia”.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo convocou, entretanto, o embaixador polaco em Moscovo, indicou a diplomacia russa, um dia após um míssil ter feito dois mortos em território da Polónia, fazendo temer uma escalada do conflito na Ucrânia.

“O embaixador polaco foi convocado ao Ministério dos Negócios Estrangeiros russo”, escreveu na plataforma digital Telegram a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, sem fornecer mais pormenores.

Kiev tinha acusado Moscovo da autoria de um ataque com um míssil à Polónia, o que a Rússia imediatamente negou.

Já esta quarta-feira, William Burns, o director dos serviços de informação dos EUA, CIA, esteve reunido com o presidente da Polónia, Andrzej Duda, em Varsóvia, na sequência do míssil que atingiu território polaco. O encontro sucedeu após a visita de Burns a Kiev.

A “situação geral de segurança” e os “recentes acontecimentos” em Przewodów foram os temas principais do encontro, informou Jacek Siewiera, o chefe dos serviços de segurança nacional da Polónia nas redes sociais.

Diário de Notícias
Com Lusa
Notícia actualizada às 19:13



 

600: Astrofotografia @ 06.11.2022

Flag for PortugalLisbon, Portugal — Moonrise, Moonset, and Moon Phases, Novembro 2022

Moon: 93.5%

Waxing Gibbous

Current Time: 6 de Nov de 2022, 0:14:01
Moon Direction: 219,68° SW
Moon Altitude: 46,82°
Moon Distance: 382.218 km
Next Full Moon: 8 de Nov de 2022, 11:02
Next New Moon: 23 de Nov de 2022, 22:57
Next Moonset: Today, 4:53

Stellarium

06.11.2022

Céu um pouco nublado. A primeira imagem mostra o posicionamento da Lua e de Júpiter.

© Copyright omeublogue.eu # Powered by F Gomes # 2022 # All Rights Reserved

© Copyright omeublogue.eu # Powered by F Gomes # 2022 # All Rights Reserved



 

94: Não perca: a noite mais estrelada de Setúbal está quase a chegar

CIÊNCIA/ASTRONOMIA/ESTRELAS

A iniciativa de observação de estrelas no Forte de São Filipe está agendada para 28 de Agosto, às 21 horas.

Está marcado para dia 28 de Agosto

As noites quentes de verão são perfeitas para agarrar num gelado a seguir ao jantar e comê-lo sentado numa cadeira do jardim ou da varanda. Quantas vezes, nesses momentos de paz e gulodice, olhou para o céu e desejou tocar nas estrelas? No dia 28 de Agosto não vai poder tocar nelas, mas sim observar o céu e aprender com especialistas em astronomia enquanto saboreia produtos da região.

Fica então aqui o convite para uma Noite de Estrelas no Forte de São Filipe. A partir das 21 horas, com o acompanhamento da equipa de Máximo Ferreira — fundador do Centro Ciência Viva de Constância e referência nacional em Astronomia —, todos os que quiserem participar na iniciativa vão perceber realmente aquilo que estarão a observar.

Para uma observação astronómica de qualidade, vai poder utilizar equipamento próprio para o efeito, sempre acompanhado dos profissionais da área. Além disso, será oferecido aos participantes um chá quente, produtos da região e um bolo seco regional.

A participação tem o valor de 7,50€ e há um limite de 60 vagas. Por isso, se quiser garantir que uma delas é sua, deverá preencher este formulário. Se pretende obter mais informações sobre a iniciativa, poderá entrar em contacto com o Forte de São Filipe através dos números de telefone 265 545 010 ou 265 541 699, ou do email turismo.setubal@mun-setubal.pt.

Se não conseguir aproveitar esta oportunidade, não se preocupe. A Noite de Estrelas tem mais duas datas agendadas: 10 e 11 de Setembro.

New in Setubal
Rita Caeiro
20/08/2022 às 04:55