163: Planeta vermelho não é todo vermelho. Cratera de Marte esconde estranhas rochas verdes

CIÊNCIA/GEOLOGIA/MARTE

O rover marciano Perseverance descobriu rochas em Marte semelhantes às que dão às praias havaianas o seu tom verde. As rochas ígneas esverdeadas foram vistas em Jezero, uma cratera de 45 km de largura que é considerada o lar de um antigo lago em Marte.

Centenas de investigadores analisaram os dados recolhidos pelo robô da NASA e afirmam que talvez o planeta vermelho não seja tão vermelho quanto pensamos.

Por que razão chamam a Marte o planeta vermelho?

Planeta vermelho, quem, Marte? Porquê?

Marte é chamado de planeta vermelho porque a maioria da suas rochas expostas ao ambiente externo são de cor vermelha. Elas contêm ferro que fica oxidado e fica avermelhado, semelhante a qualquer objecto de ferro na Terra fica vermelho e enferrujado depois de ser colocado ao ar livre.

Surpreendentemente, muitas rochas encontradas na cratera Jezero são diferentes das rochas sedimentares encontradas na superfície marciana.

O robô Perseverance detectou a presença de rochas vulcânicas compostas de grãos olivinos de grande porte na cratera. Muitas praias da Terra têm uma aparência esverdeada devido à presença de olivina, um mineral abundantemente encontrado no manto da Terra e envolvido na formação do peridoto de pedras preciosas.

A presença de rochas ricas em olivinos em Marte poderia revelar respostas para perguntas como — Marte já teve vida?

Muitas questões se levantam depois desta descoberta

Os investigadores acreditam que as rochas vulcânicas descobertas no planeta vermelho foram formadas há cerca de quatro mil milhões de anos.

Curiosamente, as rochas têm propriedades semelhantes às das rochas ígneas que existiam na Terra durante os seus primeiros dias. Para estudar o ambiente antigo de um planeta, os cientistas precisam de amostras de rocha do momento em que o planeta foi formado.

Uma das razões pelas quais não temos uma grande compreensão de onde e quando a vida evoluiu pela primeira vez na Terra é porque estas rochas desapareceram, então é muito difícil reconstruir como eram os ambientes antigos na Terra.

Disse o Briony Horgan, um dos autores e professor associado do Departamento de Ciências da Terra, Atmosferas e Planetárias da Universidade de Purdue.

Pplware
Autor: Vítor M
30 Ago 2022