305: Há boas notícias para quem espera a MIUI 14 no seu smartphone Xiaomi, Redmi ou POCO

TECNOLOGIA/XIAOMI/ANDROID 14/MIUI 14

Com o Android 13 lançado e a ser já usado por alguns smartphones, é hora da Xiaomi olhar à sua MIUI 14 e preparar a sue chegada. Sabemos que esta nova versão está já a ser preparada e até testada em alguns smartphones da marca.

Estas avaliações, ainda que internas à marca, mostram que o caminho está traçado. A lista dos equipamentos que vão receber esta versão tem sido descoberta de forma progressiva e agora há uma nova lista. Venha ver as boas notícias para quem espera a MIUI 14 e perceber se o seu smartphone Xiaomi terá acesso.

Ainda estamos longe de ver chegar uma versão pública da MIUI 14, com todas as suas novidades. A Xiaomi estará ainda a terminar esta sua personalização do Android e a adaptá-la a todos os diferentes equipamentos onde irá ser usada.

A lista dos smartphones que vão receber esta nova versão ainda não é oficialmente conhecida, mas vão surgindo informações sobre modelos que estão a ser suportados. Assim, esta é uma lista que cresce de forma permanente, sempre com novos equipamentos.

A lista acima inclui todos os smartphones que à data de hoje se sabem vir a suportar a MIUI 14 e que assim vão ter acesso a todas as novidades da Google para o Android 13. A somar a isso, vai ainda haver adições da marca, especificas desta versão.

Claro que a Xiaomi não se limitará a trazer a MIUI 14 para os smartphones lançados em nome da sua marca. As suas restantes linhas vão também ter acesso a esta nova versão da sua personalização e assim receber todas as novidades.

Smartphones Redmi compatíveis com a MIUI 14

  • Redmi Note 11
  • Redmi Note 11 5G
  • Redmi Note 11 SE
  • Redmi Note 11 4G
  • Redmi Note 11T 5G
  • Redmi Note 11 Pro 5G
  • Redmi Note 11 Pro+ 5G
  • Redmi Note 11S
  • Redmi Note 11S 5G
  • Redmi Note 11 Pro 4G
  • Redmi Note 10 Pro
  • Redmi Note 10 Pro Max
  • Redmi Note 10
  • Redmi Note 10S
  • Redmi Note 10 Lite
  • Redmi Note 10 5G
  • Redmi Note 10T 5G
  • Redmi Note 10T Japan
  • Redmi Note 10 Pro 5G
  • Redmi Note 9 4G
  • Redmi Note 9 5G
  • Redmi Note 9T 5G
  • Redmi Note 9 Pro 5G
  • Redmi K50
  • Redmi K50 Pro
  • Redmi K50 Gaming
  • Redmi K50i
  • Redmi K50i Pro
  • Redmi K50S
  • Redmi K50S Pro
  • Redmi K40S
  • Redmi K40 Pro
  • Redmi K40 Pro+
  • Redmi K40
  • Redmi K40 Gaming
  • Redmi K30S Ultra
  • Redmi K30 Ultra
  • Redmi K30 4G
  • Redmi K30 Pro
  • Redmi Note 8 (2021)
  • Redmi 10C
  • Redmi 10A
  • Redmi 10 Power
  • Redmi 10
  • Redmi 10 5G
  • Redmi 10 Prime+ 5G
  • Redmi 10 (India)
  • Redmi 10 Prime
  • Redmi 10 Prime 2022
  • Redmi 10 2022
  • Redmi 9T
  • Redmi 9 Power
  • Redmi Note 11E
  • Redmi Note 11E Pro
  • Redmi Note 11T Pro
  • Redmi Note 11T Pro+

Smartphones POCO compatíveis com a MIUI 14

A lista acima revela os smartphones onde irá ser possível ter a MIUI 14 instalada e a correr, com todas as melhorias que o Android 13 e a personalização vão agregar. Ainda não existe uma data para a apresentação desta novidade, mas a Xiaomi certamente mostrará novidades em breve.

Pplware
Autor: Pedro Simões
20 Set 2022



 

162: LiquidCool – A tecnologia de arrefecimento explicada pela Xiaomi

TECNOLOGIA/SMARTPHONES/XIAOMI

A Xiaomi tem vindo a desenvolver uma eficaz tecnologia de arrefecimento para os seus dispositivos móveis que apelidou de LiquidCool. Mas será que sabe como realmente funciona e quais os impactos para o desempenho do smartphone?

Se tem curiosidade em saber como tudo funciona, a Xiaomi explica.

Tecnologia LiquidCool da Xiaomi

Inspirada nas soluções de arrefecimento utilizadas na indústria aeroespacial, a Tecnologia Loop LiquidCool utiliza um efeito capilar que atrai o agente refrigerante líquido para a fonte de calor, vaporiza, e depois dispersa o calor eficientemente para uma área mais fria, até o agente condensar e ser capturado através de um canal unidireccional de circuito fechado.

Em comparação com as soluções convencionais de câmaras de vapor, esta nova tecnologia tem o dobro das capacidades de refrigeração e classifica-se como a solução mais eficiente de refrigeração para smartphones.

Esta nova tecnologia apresenta um sistema de tubos de calor que é composto por um evaporador, um condensador e uma câmara de recarga, bem como por tubos de gás e líquidos. Colocado em fontes de calor, o evaporador tem um refrigerante que evapora (para um gás) quando o smartphone está sob grande carga de trabalho.

O fluxo de gás e ar é então difundido para o condensador, onde o gás se condensa novamente em líquido. Estes líquidos são absorvidos e recolhidos através de minúsculas fibras na câmara de recarga – que reabastece o evaporador, tornando-o num sistema auto-sustentável.

Embora esta nova tecnologia utilize o mesmo método que o arrefecimento por líquido VC (vapor cooling), existe uma diferença significativa na eficiência. Como os sistemas VC convencionais não têm canais separados para gases e líquidos, o gás quente e os líquidos frios misturam-se e obstruem-se mutuamente, sobretudo com elevadas cargas de trabalho.

A bomba em forma de anel apresenta um desenho especial na tubagem de gás, o que reduz significativamente a resistência à passagem do ar em 30%. Ao permitir um fluxo de vapor mais suave, a capacidade máxima de transferência de calor é aumentada em até 100%.

A circulação unidireccional é a chave para a dissipação de calor

Para assegurar uma circulação unidireccional de alta eficiência, a implementação de uma estrutura de válvula Tesla dentro da câmara de recarga é crucial.

Uma válvula Tesla é uma válvula unidireccional que permite a passagem do líquido através do evaporador, ao mesmo tempo que bloqueia o movimento dos gases na direcção incorrecta. Isto permite uma maior eficiência na circulação de gás/líquido em todo o sistema.

Por exemplo, num Xiaomi MIX 4 personalizado, a câmara de vapor original foi substituída por uma nova solução de Tecnologia Loop LiquidCool. Durante um teste de 30 minutos com o jogo Genshin Impact executado a 60fps, este impressionante sistema de arrefecimento manteve o dispositivo abaixo de uma temperatura máxima de 47,7 ℃ e o processador 8,6 ℃ mais baixo do que a versão padrão.

Graças à circulação unidireccional, à separação gás-líquido e aos tubos de gás de baixa resistência ao calor da válvula Tesla, o factor de forma flexível permite também adoptar e integrar a Tecnologia Loop LiquidCool em qualquer tipo de desenho interno. Por exemplo, um circuito em formato de quadrado permitirá mais espaço para a bateria, módulo da câmara e muito mais.

Pplware
Autor: Maria Inês Coelho
30 Ago 2022

Sou da época áurea dos sistemas watercooling (refrigeração líquida) para computadores. Projectei, desenvolvi e construi muitos sistemas de watercooling para as minhas máquinas, nomeadamente a nível de CPU, GPU e Chipset.

Constato que a tecnologia de refrigeração líquida também chegou aos smartphones, embora os sistemas sejam diferentes como é lógico. Nos computadores utiliza-se basicamente uma bomba que faz circular o líquido refrigerante pelos circuitos, os blocos para os chips e o radiador para arrefecimento.

O meu Xiaomi Redmi Note 11S 6Gb/128Gb (https://mistoreportugal.pt/pt/produtos/redmi-note-11s-6-128), já possui este tipo de refrigeração LiquidCool (Múltiplas camadas de dissipação de calor para refrigeração eficiente. Através da tecnologia LiquidCool – várias camadas de grafite + folha de cobre, as várias camadas de grafite dissipam o calor do ecrã. Com uma área de dissipação de calor de 10005m㎡, o equipamento pode arrefece uma maior área mais rápido.)

102: Dica: Não pode usar o Wi-Fi para partilhar a Internet no Android? Tem aqui a solução

TECNOLOGIA/ANDROID/WI-FI

Uma das opções mais interessantes do Android, e também de outros sistemas, é a possibilidade de partilhar o acesso à Internet. De forma rápida e directa, qualquer dispositivo se pode ligar a esta rede através do smartphone.

Por norma, esta partilha é feita com uma rede Si-Fi, mas existem outras formas tão simples como esta. Vejam assim como pode partilhar a Internet no Android se não pode usar o Wi-Fi. Basta um simples cabo USB.

É através do smartphone que muitos utilizadores conseguem garantir o acesso à Internet em qualquer lugar e a qualquer equipamento. A conhecida partilha acontece rapidamente e basta activar uma opção no Android ou outro sistema operativo.

Se por norma é usada uma ligação Wi-Fi, nem sempre tal é possível. O utilizador pode querer limitar essa partilha ou aumentar a velocidade. Para isso, existe uma alternativa, via USB, e que pode ser usada com a mesma simplicidade que a anterior.

Esta não está activa de forma nativa, mas rapidamente é ligada. De preferência, devem ligar antes o cabo USB ao PC e ao smartphone. Comecem por abrir as Definições do Android e depois procurem, no início, a opção Ligação e partilha, ou algo similar.

De seguida, e também no topo desta nova área, devem encontrar a opção Hotspot pessoal, para activarem a opção que procuram. Ao abrirem esta área vão ver maioritariamente opções associadas ao Wi-Fi, mas o que procuram está mais abaixo, na zona Tethering.

Esta partilha poderá ser feita por Bluetooth ou por USB. Deve ser esta última a escolhida, o que fará activar de imediato a ligação à Internet no dispositivo onde o cabo estiver ligado. Neste momento, a ligação à Internet acontece através do Android.

É desta forma simples que podem ligar o smartphone ao PC e ter assim acesso directo à Internet, sem partilha ou sem ligar outros dispositivos. É uma opção que podem explorar e assim ter garantidas as melhores velocidades de acesso, recorrendo ao smartphone.

Pplware
Autor: Pedro Simões
22 Ago 2022