594: Vão chover bolas de fogo nas noites de Novembro

CIÊNCIA/ASTRONOMIA

Uma bola de fogo brilhante a passar por cima de Brkini, na Eslovénia, a 12 de Novembro de 2015, durante um © CNN Portugal

Não importa que o Halloween já tenha acabado, porque as “bolas de fogo de Halloween”, como lhes chama a NASA, ainda vão poder ser vistas no céu durante as noites das próximas semanas, graças à chuva de meteoros das Táuridas do Sul.

O pico estimado da chuva de meteoros acontecerá este sábado, dia 5, de acordo com a EarthSky. As Táuridas são conhecidas por produzirem bolas de fogo altamente brilhantes e em maior quantidade – meteoros que podem chegar a parecer mais brilhantes do que o planeta Vénus.

Espera-se que a chuva deste ano apresente maior número de bolas de fogo, num fenómeno que também é conhecido como Enxame de Táuridas. As Táuridas do Sul geralmente têm apenas cinco meteoros por hora durante o seu pico, que acontece quando a Terra está mais perto do centro da corrente de detritos. Mas, a cada sete anos, a gravidade de Júpiter puxa a corrente dos meteoros e causa um incremento no número.

“Com a taxa normal para as bolas de fogo, alguém teria de ficar lá fora 20 horas seguidas para ver uma”, disse Robert Lunsford, coordenador do relatório de bolas de fogo da American Meteor Society.

“Com as Táuridas, esse tempo pode ser reduzido um pouco, talvez até cinco horas. E se tiverem muita sorte, podem sair à rua e em poucos minutos ver uma. A altura em que aparecem é totalmente imprevisível.”

Origem das Táuridas

As Táuridas são o resultado de uma separação de um cometa muito grande há cerca de 20 mil anos. Entre outros detritos, essa separação criou o Cometa Encke, que tem uma órbita em torno do Sol de pouco mais de três anos, o mais curto de qualquer cometa importante no nosso sistema solar.

Com cada passagem da Terra na sua órbita curta, deixa para trás um rasto de detritos. Esse rasto inclui as Táuridas do Sul, que são um aglomerado tão grande que demora várias semanas a passar pelo planeta.

“A maioria das chuvas de meteoros contém pequenos pedaços de poeira. Bem, as Táuridas também têm algumas partículas grandes”, afirmou Bill Cooke, director do Meteoroid Environment Office da NASA.

“E, enquanto a chuva de meteoros estiver a decorrer, veremos não partículas de poeira, mas partículas do tamanho de pedras – e algumas do tamanho de bolas de futebol e maiores, que, claro, produzem bolas de fogo extremamente brilhantes.”

Ver uma bola de fogo

As bolas de fogo das Táuridas são meteoros com mais de um metro de diâmetro, e têm um brilho excepcionalmente intenso, de acordo com a NASA.

Movem-se devagar porque atingem a atmosfera da Terra num ângulo perpendicular, por isso são vistas a deslocar-se através do céu por alguns segundos, em contraste com o milissegundo de visibilidade que a maioria dos meteoros nos oferece.

Os meteoros mais brilhantes e mais duradouros podem ser vistos fragmentando-se e desmoronando-se enquanto viajam pelo céu, de acordo com Lunsford. Muitas vezes, as bolas de fogo são coloridas e parecem ter as cores vermelha, laranja ou amarela.

“Seria como uma estrela cadente”, disse Mike Hankey, diretor de operações da American Meteor Society e criador do programa de rastreio de bolas de fogo. “Mas em vez de durar meio segundo, pode durar três ou quatro segundos, e em vez de ser apenas tão brilhante como uma estrela, pode ser tão brilhante como a lua – às vezes ainda mais brilhante.”

Este ano, a sociedade de meteoros já registou um aumento acima da média das bolas de fogo, enquanto a NASA fotografou bolas de fogo que parecem ser ainda mais brilhantes do que a lua no céu nocturno.

A melhor hora para sair à rua e detectar uma bola de fogo será às 2 da manhã (6 da manhã GMT) durante a próxima semana, de acordo com Lunsford.

À medida que a lua se aproxima da sua fase de lua cheia, marcada para 8 de Novembro, o seu brilho começará a perturbar as hipóteses de serem vistos meteoros menos intensos, mas as bolas de fogo, devido ao seu tamanho e brilho, podem ser vistas em qualquer parte do mundo, a qualquer momento durante a noite.

Outros eventos espaciais este ano

Há mais quatro chuvas de meteoros que pode ver ainda durante 2022, de acordo com o guia de chuva de meteoros da EarthSky:

  • 12 de Novembro: Táuridas do Norte
  • 18 de Novembro: Leónidas
  • 14 de Dezembro: Gemínidas
  • 22 de Dezembro: Úrsidas

E há mais duas luas cheias no calendário do Old Farmer’s Almanac de 2022:

  • 8 de Novembro: A lua dos castores (que atingirá o pico juntamente com um eclipse lunar total)
  • 7 de Dezembro: Lua fria

MSN Notícias
CNN Portugal
CNN Portugal
04.11.2022